Buscar
  • Sindicato Sindicato dos Frentistas

Trabalhadores e patronal iniciam campanha salarial deste ano

Em tempos de pandemia, as negociações estão cada vez mais apertadas para um aumento real para o trabalhador. Mesmo diante da dificuldade enfrentando perante uma crise sanitária mundial, os sindicatos do estado de São Paulo conseguiram manter os benefícios dos trabalhadores com uma Convenção Coletiva Emergencial e aumento significativo em meio a uma crise econômica.

Diante de Medidas Provisórias que estabelecem relações mais restritas entre trabalhador e governo, são ganhos para a categoria todos os acordos realizados pelos sindicatos. Este ano as reuniões não foram como os representantes dos trabalhadores esperavam, já que a proposta até agora do setor patronal foi de não haver aumento para a classe.

“Os trabalhadores de postos de combustíveis não pararam em nenhum momento da pandemia, foi considerado função essencial para a população, o movimento de veículos continua com demanda, então, não vemos porque não ter aumento. Além disso, são pessoas que estão expostas por atenderem diretamente o público e, por isso, tem mais chances de contaminação. As reivindicações são para mais cuidados também com a saúde do trabalhador”, explicou José Felipe.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Perda no saldo do FGTS chega a 88,3%

Sindicalize-se e recupere o saldo do seu FGTS Criado em 1967 com o objetivo de proteger os empregados demitidos sem justa causa, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) virou nos últimos anos s